Delírios, Reflexões e Ilusões Verborrágicas


paz
julho 27, 2008, 2:34 pm
Filed under: poesia, Surtos | Tags: , , , , ,

Sento e espero.
O vento uivante hipnotiza-me
e leva da mesinha os papéis onde rascunhei
alguns poemas sem significado.

O raio que o parta!
O Diabo que o carregue!
Ouço sussurrarem,
o que me traz a mente
a maldade – inerente ou não –
de alguns.

Sento e espero.
Essa paz de espírito parece-me inexplicável.

Maíra Carvalho


2 Comentários so far
Deixe um comentário

MUITO BOM…
+ continua!
tenho certeza q sai + alguma coisa desse poema!
uahauhauahauhaua
beijuuu

Comentário por Laís

paz de espírito? mAÍRA?
como assim?
fikei de cara
[minha poetisa favoriiiita]

Comentário por Belovski




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: